Do Dicionário de Citações

Dupla delícia.
O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.
Mário Quintana

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Lançamento da revista LIVRO 7/8


É com alegria que anunciamos o lançamento de Livro - Revista do Núcleo de Estudos e da Edição nº ⅞. O evento será terça feira, dia 19 de novembro, das 18h às 22h, na Livraria da Vila (Rua Fradique Coutinho, 915).
Com o lançamento, será realizada a entrega do II Prêmio Amigo do Livro. O prêmio, criado pelo NELE-USP, procura homenagear aquelas personalidades que fizeram dos livros parte significativa da suas vidas, dedicando a eles seus estudos, seu trabalho e sua paixão. Nossos Amigos do Livro são leitores ávidos, editores engajados e bibliófilos detalhistas.

Para mais informações sobre a revista Livro, o NELE e o Prêmio Amigo do Livro, consulte o site: http://www.usp.br/nele/

Contamos com sua presença. Segue o convite para o evento.

Cordialmente,

Os Editores
Plinio Martins Filho
Marisa Midori Deaecto

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Concurso de Livre-Docência - 26/06 - 10h

“Cada livro tem sua história”, diz um grande amigo e editor.
Mas as histórias que se podem contar sobre um livro são fruto de motivações diversas.
Em primeiro lugar, é preciso considerar a estatura intelectual François Guizot e sua posição de destaque no campo político de seu tempo. Tal perspectiva convida a uma reflexão sobre as múltiplas conjunturas de um livro, desde o momento da escrita até a sua construção no mercado editorial. Ocorre que essas conjunturas extrapolam, no tempo e no espaço, as fronteiras do próprio livro, o que torna o estudo monográfico, como o que ora se propõe, imagem refletida de uma totalidade muito mais complexa. 
O livro De la Démocratie en France chama a atenção pelo contexto político de seu lançamento, a saber, a Revolução de 1848, em sua fase mais conservadora. Outrossim, sua história editorial interessa em virtude das múltiplas conjunturas e geografias em que se inscreve, nesses tempos concentrados e nervosos das revoluções europeias.
A história de Démocratie se faz, nesse sentido, no tempo curto e nervoso das revoluções, da mesma maneira que ela percorre espaços geográficos diversos e, na maior parte dos casos, resistentes às transformações.


Concurso de Livre-Docência
ECA-USP - Sala da Congregação 
26/06 - 10h

Membros da Banca:

Eugênio Bucci/Professor Titular/CBD/ECA
Dennis de Oliveira/Professor Associado/CJE/ECA
Benjamin Abdala Júnior/Professor Titular/FFLCH
Lincoln Secco/Professor Associado/FFLCH
Tânia Regina de Luca/Professora Associada/UNESP – Assis


quarta-feira, 22 de maio de 2019

IV Jornada Biblia e Literatura no Mackenzie

IV Jornada Bíblia e Literatura


A IV Jornada Bíblia e Literatura, organizada pelo NUMEP (Núcleo Multidisciplinar de Estudos do Protestantismo, CNPq), CELTA (Centro de Estudos de Literatura, Teorias do Fenômeno Religioso e Artes – Unicamp), Pós-Graduação e Graduação em Letras (Universidade Presbiteriana Mackenzie), apresenta pesquisas relativas aos estudos literários e sua relação com a Bíblia em duas áreas.
A primeira parte do programa aborda a questão das leituras literárias da Bíblia. Busca-se resgatar aspectos retóricos e estéticos dos textos bíblicos geralmente desprezados em leituras religiosas.
Na segunda parte, investiga-se a presença da Bíblia e de temas bíblicos na literatura ficcional por meio da configuração de enredos, construção de personagens, definição de cenários etc.
Dessa forma, a 4ª. Jornada Bíblia e Literatura procura preencher uma lacuna presente nos estudos literários em contexto brasileiro.

O evento tem a curadoria de João Leonel, docente de Literatura da Universidade Mackenzie e autor de História da Leitura e Protestantismo Brasileiro (2a. ed., São Paulo, Mackenzie, 2019).

Serviço:
http://bibliaeliteraturamackenzie.com/4a-jornada-biblia-e-literatura/